06/20/2021
Tendências para 2021

Tendências para 2021

Uma atitude se tornou característica do período de fim e começo de ano: analisar o mercado para identificar mudanças e potenciais tendências. Com o marketing digital não é diferente.

Aqui, apresentamos quais são as principais tendências para 2021 em marketing digital e o porquê é importante conhecê-las e implementá-las em sua estratégia de negócios. Confira!

 

Por que é importante conhecer e implementar tendências?

Conhecer e utilizar as tendências permite que sua empresa adote uma estratégia de marketing atualizada para se destacar da concorrência e atingir seu público com muito mais eficiência, evitando resultados negativos.

 

Principais tendências para 2021 em marketing digital

O ano de 2020 foi marcado pela pandemia de COVID-19, que alterou profundamente o comportamento de empresas (que investiram massivamente na transformação digital) e dos consumidores (que passaram a comprar mais online).

A perspectiva para 2021 é que a pandemia e as mudanças que trouxe continuem ditando e influenciando comportamentos. Com base nisso, as tendências 2021 em marketing digital são:

 

Fortalecimento e expansão de lives

Já que todo mundo está em casa por conta do isolamento social, é preciso encontrar novas formas de interagir e se entreter. É justamente aí que entram as experiências em tempo real, as chamadas lives, que são fortes tendências para 2021.

A multiplicação das lives em diferentes plataformas tem uma explicação: as pessoas buscam experiências mais humanas, que tragam sensação de proximidade. Na prática, gera maior envolvimento com o conteúdo e mais engajamento com as marcas.

Para não cair na repetição, procure criar formatos novos de live ao investir nessa tendência. Além disso, pense que a experiência em tempo real também pode ser adotada de diferentes maneiras, como o uso de tecnologias de inteligência artificial.

 

Humanização de marcas

A pandemia fez com que consumidores buscassem e valorizassem mais marcas que entenderam esse momento difícil de perda, medo e incertezas e se preocuparam não somente com o lucro, mas com pessoas.

Esse é o processo de humanização das marcas. Ela precisa ser autêntica, alinhada com os valores e propósitos da empresa, indo além do que é divulgado em mídias, para não soar falso. É o caso da contratação de minorias, criação de produtos inclusivos ou adoção de ações de sustentabilidade.

O grande diferencial é que a humanização gera identificação do consumidor com a marca, sua valorização e impactos positivos em vendas. Há, também, os benefícios de encantar o usuário e ainda retê-lo com maior facilidade.

 

Slow content

O marketing de conteúdo se tornou uma das principais estratégias das marcas nos últimos anos, sobretudo numa tentativa de agradar algoritmos. O problema disso é que muitas acabaram produzindo muito conteúdo sem nenhuma utilidade.

A pandemia mudou a forma de consumo do conteúdo e o usuário passou a dar mais valor para a qualidade. É justamente isso que a tendência do slow content prega: o foco na qualidade e não na quantidade.

Ao adotar uma estratégia de inbound marketing voltada à qualidade é possível entregar valor ao usuário, além de reforçar a identidade da marca e ajudar a criar uma conexão mais profunda com o público.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *