04/24/2024

Novo Edital do Concurso TJ Acre: 1.551 Vagas com Salários de até R$ 7,5 mil

Foi divulgado o aguardado edital do Concurso TJ AC (Tribunal de Justiça do Acre), oferecendo um total de 1.551 vagas, das quais 91 são imediatas e 1.460 destinam-se à formação de cadastro de reserva.

Oportunidades e Salários

As oportunidades contemplam os cargos de técnico e analista judiciário, com remunerações iniciais variando de R$ 3.785,60 a impressionantes R$ 7.571,20.

Inscrições

As inscrições do Concurso TJ AC 2024 estarão abertas a partir de 7 de fevereiro e permanecerão disponíveis até 1º de março de 2024, devendo ser realizadas no site da banca organizadora, o Instituto Verbena.

A taxa de inscrição varia conforme o nível de escolaridade exigido para o cargo pretendido, sendo:

  • Nível médio/técnico: R$ 100,00
  • Nível superior: R$ 120,00

Os candidatos serão avaliados por meio de uma prova objetiva, marcada para o dia 24 de março de 2024.

Detalhes sobre os Cargos, Vagas e Remunerações:

Nível Médio:

  • Técnico Judiciário – Agente de Polícia Judicial: 1 vaga + CR, R$ 4.659,20
  • Técnico Judiciário – Técnico em Segurança do Trabalho: 1 vaga + CR, R$ 4.659,20
  • Técnico Judiciário – Técnico em Tecnologia da Informação e Comunicação: 1 vaga + CR, R$ 4.659,20
  • Técnico Judiciário – Técnico Judiciário: 1 vaga + CR, R$ 4.659,20
  • Técnico Judiciário – Web Designer: 1 vaga + CR, R$ 4.659,20
  • Técnico em Microinformática: 1 vaga + CR, R$ 4.659,20

Nível Superior:

  • Analista Judiciário – Administrador: 1 vaga + CR, R$ 7.571,20
  • Analista Judiciário – Analistas de Sistemas: 15 vagas + CR, R$ 7.571,20
  • Analista Judiciário – Análise de Sistemas – Banco de Dados: 2 vagas + CR, R$ 7.571,20
  • Analista Judiciário – Análise de Sistemas – Suporte Técnico em Infraestrutura: 2 vagas + CR, R$ 7.571,20
  • Analista Judiciário – Análise de Sistemas – Redes: 1 vaga + CR, R$ 7.571,20
  • Analista Judiciário – Monitoramento de TI: 2 + CR, R$ 7.571,20
  • Analista de Negócios de TI: 1 + CR, R$ 7.571,20
  • Analista de Projetos de TI: 1 + CR, R$ 7.571,20
  • Analista Judiciário – Análise de Sistemas – Segurança da Informação: 2 vagas + CR, R$ 7.571,20
  • Analista de Suportes: 2 vagas + CR, R$ 7.571,20
  • Analista Judiciário – Análise de Sistemas – Web Designer: CR, R$ 7.571,20
  • Analista Judiciário – Arquiteto: 1 vaga + CR, R$ 7.571,20
  • Analista Judiciário – Arquivista: 1 vaga + CR, R$ 7.571,20
  • Analista Judiciário – Comunicação Social: CR, R$ 7.571,20
  • Analista Judiciário – Contador: 1 vaga + CR, R$ 7.571,20
  • Analista Judiciário – Direito: 3 vagas + CR, R$ 7.571,20
  • Analista Judiciário – Economista: 1 vaga + CR, R$ 7.571,20
  • Analista Judiciário – Educador Físico: CR, R$ 7.571,20
  • Analista Judiciário – Enfermeiro: 1 vaga + CR, R$ 3.785,60 (20h) ou R$ 7.571,20 (40h)
  • Analista Judiciário – Engenheiro Civil: 1 vaga + CR, R$ 7.571,20
  • Analista Judiciário – Engenheiro Mecânico: CR, R$ 7.571,20
  • Analista Judiciário – Engenheiro Eletricista: 1 vaga + CR, R$ 7.571,20
  • Analista Judiciário – Estatístico: 1 vaga + CR, R$ 7.571,20
  • Analista Judiciário – Fisioterapeuta: 1 vaga + CR, R$ 3.785,60 (20h) ou R$ 7.571,20 (40h)
  • Analista Judiciário – Médico: 1 vaga + CR, R$ 3.785,60 (20h) ou R$ 7.571,20 (40h)
  • Analista Judiciário – Odontólogo: CR, R$ 3.785,60 (20h) ou R$ 7.571,20 (40h)
  • Analista Judiciário – Pedagogo: 1 vaga + CR, R$ 7.571,20
  • Analista Judiciário – Psicólogo: 1 vaga + CR, R$ 3.785,60 (20h) ou R$ 7.571,20 (40h)
  • Analista Judiciário – Serviço Social: 1 vaga + CR, R$ 3.785,60 (20h) ou R$ 7.571,20 (40h)
  • Analista Judiciário – Letras Português: CR, R$ 7.571,20
  • Analista Judiciário – Bibliotecário: CR, R$ 7.571,20
  • Analista Judiciário – Direito: 25 vagas + CR, R$ 7.571,20
  • Analista Judiciário – Oficial de Justiça: 3 vagas + CR, R$ 7.571,20

Carreira:

Requisitos:

  • Cargos que exigem nível médio/técnico de escolaridade: Agente de polícia judicial, Técnico em microinformática, Técnico judiciário, Técnico em segurança do trabalho.
  • Para cargos de analista, é necessário possuir nível superior de escolaridade de acordo com as áreas indicadas.

Atribuições dos Cargos:

Técnico judiciário:

  • Realizar serviços técnicos relacionados diretamente aos objetivos institucionais do Poder Judiciário.
  • Fornecer suporte aos seus órgãos, garantindo os recursos necessários para a supervisão, coordenação e direção de cartórios judiciais.
  • Oferecer suporte técnico-especializado aos órgãos julgadores e magistrados.
  • Auxiliar no processamento de feitos.

Auxiliar Judiciário:

  • Executar funções de apoio técnico-administrativo de média complexidade.
  • Atividades vinculadas às áreas administrativa, judiciária, distribuição de feitos, mandados e condução de veículos.

Provas e Etapas:

Os candidatos serão submetidos a uma prova objetiva no dia 24 de março de 2024. O processo seletivo consiste nas seguintes etapas:

Nível Médio/Técnico:

  • Prova Objetiva e Prova de Redação

Nível Superior:

  • Prova Objetiva, Prova de Redação e Avaliação de Títulos, dependendo da especialidade escolhida.

A Prova Objetiva, de caráter eliminatório e classificatório, terá um valor total de 100,0 pontos e abrangerá 60 questões sobre conhecimentos gerais e específicos.

Conteúdo das Provas:

Para o Nível Médio/Técnico:

  • Língua Portuguesa: 10 questões;
  • Raciocínio Lógico e Matemático: 5 questões;
  • Atualidades e História, Geografia e Conhecimentos Gerais do Brasil e do Acre: 5 questões;
  • Noções de Informática: 5 questões;
  • Legislação: 5 questões;
  • Conhecimentos Específicos do Cargo: 30 questões.

Para o Nível Superior:

  • As áreas de avaliação variam de acordo com a especialidade, abrangendo Língua Portuguesa, Raciocínio Lógico e Matemático, Atualidades e História, Geografia e Conhecimentos Gerais do Brasil e do Acre, Noções de Informática, Legislação e Conhecimentos Específicos do Cargo.

A pontuação mínima para aprovação é de 60,0 pontos. Candidatos que se autodeclarem negros têm um limite de nota 20% inferior à nota mínima estabelecida, ou seja, 48,0 pontos. Para indígenas, a nota mínima é de 6,0 pontos para avançar nas fases subsequentes.

Prova Discursiva:

A prova de redação será realizada simultaneamente à prova objetiva e é aplicada aos cargos de níveis médio e superior. A prova de redação consiste na produção de um texto com no máximo 30 linhas, avaliando as habilidades e competências em Língua Portuguesa. A pontuação máxima é de 100,0 pontos, sendo necessário obter pelo menos 60,0 pontos para ser aprovado.

Avaliação de Títulos:

A avaliação de títulos não se aplica a algumas especialidades de analista judiciário, como especificado no edital.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *